sábado, 29 de dezembro de 2012

Recado de Retorno

Depois de alguns meses, você acredita que a fonte tenha se esgotado, que os dedos que conduziam estórias de amor tenham se cansado, que a Confidente Aprendiz tenha desistido de revelar seus segredos, de contar seu cotidiano: coleção de sorrisos, amor antigo, paixões, e acasos.



Mas lá no fundo, você acredita que são os dias corriqueiros, a falta de inspiração, as mudanças que ocorreram nessa nova fase da vida, afinal, ela já não é mais uma menina de 15 anos, que escrevia sobre uma desilusão amorosa - tão piegas que já se notava do que se tratava todos os textos no inicio deste blog- mas sim uma mulher que ainda possui o mesmo sorriso e os mesmos sonhos, com ideais e objetivos de vida mais claros e convincentes. Já faz tanto tempo .. Ela cresceu, com 19 anos agora, alguma coisa deve estar aprontando, eu sei que está, voltando com um sorriso belo e com palavras doces e gentis.

Voltando assidualmente pra sua casa, pro seu lugar,
Estou voltando pro meu recanto ♫

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Dezembro




Dezembro, por que você chega assim ?


Cheio de boas lembranças que não deviam ser recordadas, folhas velhas com cheiro de papel novo ? Por que há um ciclo vicioso quando você chega ? Minha mente anda confusa agora ...
Eu senti por um bom tempo meu coração quieto !
Não entendo, agora eu não entendo mais nada.


Qual é o sentido disso tudo ? Jogar na cara, que não se tem escolha a não ser aceitar, e se conformar, seguir e não se importar ? Me diz se sou uma MULHER ou uma MENINA, me diz o que eu SOU agora, me diz o que seus olhos conseguem ver, ME DIZ ! t
Esse silêncio que te acompanha me incomoda, me sufoca de saudade, me destrói como porcelana, me derrota como um xeque mate.
 Me diz por que esse AMOR ainda resiste a todo esse tempo, e arde quando você chega DEZEMBRO ?
 Me diz !

domingo, 18 de novembro de 2012

Quero Desejo

Quero, eu preciso te querer assim como nos meus sonhos raros que vejo  teu olhar. Eu falo não mas por favor, entenda que eu grito sim por dentro ? Me encontra e diz que foi por coincidência, que o sorriso vai ser o mesmo, que esse desejo pode ir embora mas antes de ir, realiza ? Me faça mulher e ao mesmo tempo menina ? Coloca aquela música, aquele sorriso, quero ouvir tua voz, é um desejo, e eu quero antes que isso se vá, como o tempo que eu tenho e que não aproveito direito.


Que Sensação Covarde

Amores ...
Costumo gostar daqueles que se conquistam com o tempo, daqueles que um ama e o outro tenta. Das atitudes soltas e palavras presas. Dos sorrisos que se dão juntos, dos momentos em que cada um vive suas crises em horários diferentes.
Só acho que assim tem gosto.

Eu realmente acho agradável ter a incerteza, a dúvida inquietante, QUE SENSAÇÃO...
Já desisti de compreender o meu coração, confesso que já fui muito piegas, eu nem sei se ainda sou, só sinto que melhorei bastante, não por ter tido uma desilusão amorosa, mas por ter aprendido aos poucos que se entregar demais poderia repetir o ciclo. Lembrei  também, que só senti essa vontade uma vez, lembranças boas apesar de tudo. Enquanto o tempo passa  percebo que eu deixei mais de mim nas pessoas do que as pessoas deixaram em mim, de alguma forma eu não sei se isso foi benéfico para elas. Eu não me sinto segura depois de um tempo, covardia? Houve um tempo que ouvi :  Você foge, você foge com um sorriso no rosto mas você não olha pra trás pra ver como está o meu .
Já pedi desculpas para as pessoas que me proporcionaram momentos bons, em que eu sorria e esquecia do mundo, em que a menina se transformava mulher. Eu pedi desculpas por ter fugido, sem ter ligado ou me despedido pessoalmente, fui COVARDE confesso, e me sinto culpada por ser contraditória. O ser correspondida no meu passado era tudo o que eu mais queria, mas agora isso se tornou fácil e desnecessário, provoca e não quer    - Afinal, o que você procura ?
Eu não sei, é a resposta indecisa que fixou em minha mente, que digo quando eu realmente não sei o motivo para eu não entregar meu coração.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Não criando expectativas, é um bom início, é um bom começo
é uma nova estória, não quero contar, ainda não, 
estou deixando fluir, sem comentar, estou escondendo os mistérios.
Só quero que saiba que isso me faz sorrir como antes,
 sorrisos à toa 



sábado, 13 de outubro de 2012

Volte Coração !

Meu coração veleja por águas estranhas agora, não tem destino, não tem permissão,  não é submisso. Eu espero que não esteja perdido, porque eu não teria coordenadas para encontrá-lo.  Meu último contato foi tão rápido, que apenas o senti pulsar rapidamente forte por alguns segundos e só, acho que o sinal falhou, só acho. E tudo isso aconteceu meses atrás, quase esqueci como era a sensação ...
Já estamos em outubro e nenhum sinal, eu não sei o que ele deve estar sentindo nesse momento, e de alguma maneira isso me afeta, estou  tão distante e sinto falta do que ele me fazia sentir. E esse efeitos que me causam hoje me atormentam, eu tenho medo, muito medo. 
- Eu quero que volte coração, por favor volte ao seu lugar e mantenha aquela desordem. 
Porque não consigo ver as cores, não sinto calor, não sinto amor, volte e me faça sentir como antes, saia deste mar, desembarque aqui e por favor fique, fique e me torne aquela pessoa que eu costumava ser.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Sorrisos

Sorrisos,   quem resiste ?
Estão ali , prontos para serem distribuídos, tão  bons quanto abraços, eles te desmontam, em uma hora você fica sem fala, em outras você perde o equilíbrio. Sorrisos são contagiantes, são marcantes, são o começo de um Seja Bem Vindo  : a minha vida e ao meu mundo. Um sorriso inicia uma amizade  , um amor, uma  história, lembranças.   Qual sorriso lhe vem em mente ? Quem te faz sorrir '' sem querer ''  ?
Você  possui sorrisos guardados em mente, aqueles  que você  clica pra iniciar e aperta '' pause'' no momento mais bonito, e isso é tão óbvio que  nos tira um sorriso, não é verdade ?
Tantos sorrisos eu guardo, uma coleção  infinita ... Suspiros *
É impossível  não querer ,  não guardar,  não se encantar, não se apaixonar, não se  dar por completo, e não distribuir   sorrisos.
Sorria , eu te quero sorrindo :)

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

VOLTAR

Mãos que afagam meu rosto, olhos que penetram minha alma, sorrisos que rondam as minhas noites. Por que se vão ? Eu  coloquei na agenda aquela frase, eu guardo esse segredo até hoje e sei que nem é preciso. Mas por que espalhar aos quatro ventos se tudo isso parece não sair de dentro ?

Eu vejo tanta reciprocidade mas bem longe, e o longe não me basta .
Tão perto, tão perto, é assim que eu queria estar.
Eu queria ver o pôr do sol diferente, eu queria parar em frente ao mar,  e sentir essa confusão mais nítida, mas tudo está indo tão devagar,

Uma paixão exata, um alguém pra me encantar, uma aventura, é disso que quero pra VOLTAR.

domingo, 9 de setembro de 2012

Verdade Secreta

Queria falar a verdade, seria bem melhor assim.
E nós sabemos que ninguém joga tão limpo, as pessoas escondem seus segredos mais secretos, comigo não seria diferente, um pouco de egoísmo todo mundo tem, eu possuo direitos, um deles é permanecer em silêncio. E esses segredos são os que me mantém neste estado, ninguém parece desconfiar, este foi sempre meu plano, mas um dia isso vai vir à tona, - quero mais uma porção de fuga para os interrogatórios- eu vou ter que enfrentar e  prosseguir, mas onde está a coragem quando você acha que possui ? 
Enquanto eu escondo as respostas, as perguntas rolam ao meu redor com exclamações ensurdecedoras ...

domingo, 2 de setembro de 2012

               Eu quero mais, faz mais pra mim  ?


Paixão tem gosto doce, tem cores, tem olhinhos brilhando, tem sorrisos angelicais, tem birra pra querer mais.
Paixão é gostoso de se provar, é algo bom de abusar, é pra repetir e ser feliz assim.

Eu quero, eu quero, uma paixão pra mim !

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Amigos Antigos


Onde quer que nos encontremos, são os nossos amigos que constituem o nosso mundo.
( William James)

Da nova vida que ando levando me falta tempo para ir até a outra esquina visitar um amigo, geralmente  um encontro sem previsão no meio da avenida é bem mais fácil, mal consigo dizer: Estou tão feliz em te ver ! 

Eu sinto falta do contato que tinha antes, não consigo me acostumar com o fato de que a cada dia mais, percebo uma certa distância dos admiráveis amigos. Tenho problemas com encontros,  ou esqueço do que planejo  ou  surgi  algum trabalho inesperado da faculdade pra fazer. Alguns amigos não compreendem, outros já entendem que minhas noites já não são as mesmas. Eu tinha tempo pra ver o pôr do sol, hoje não tenho hora pra dormir. 

Ontem mesmo fiz diferente,
Combinei com dois antigos amigos para um reencontro e isso me fez tão bem, porque eu senti ser aquela menina de novo, que sente confiança e afinidade quando está perto de pessoas que integram parte da sua vida como se fossem da família, foram abraços e sorrisos largos, foram memórias jogadas na mesa, uma torta de chocolate e suco de maracujá para elogiar a mãe da ''desaparecida'' rsrs. Não há coisa melhor do que se sentir você mesma, sem mistérios, sem incógnitas, observar que aquela distância não muda o fato de ter grandes amigos que notam cada detalhe em você, o que mudou e o que permaneceu. 
É bom ouvir as vozes e notar o amadurecimento na forma de agir e pensar, e ficar encantada com os planos futuros, de compartilhar pontos de vista, e rir à beça quando surgi uma piadinha improvisada aqui e acolá sobre de como você mudou (quando você possui amizade com homens, é muito difícil eles não deixarem de falar das suas pernas, o ideal é que você não leve a sério, afinal são só amigos, rsrs) a semelhança do primeiro encontro é incrível. 
A saudade aperta e ainda é maior, e o abraço parece não ter fim, é amor incondicional a seres tão preciosos nas nossas vidas, mesmo que eles sejam os homens que você não recomendaria para uma irmã ou uma grande amiga, rsrs.

Eu tenho uma grande admiração e um amor incomum por vocês dois, 
Aos meus queridos : Dall Ferreira & Jaan Gomes. 

domingo, 26 de agosto de 2012



As canções que tocam no bar ao lado parecem ironizar a nossa conversa -uma faísca nostálgica ?-  que no momento nos deixa com várias perguntas semelhantes presas na garganta. 
- Lembra dessa música ?
- Ahan.
- Bons tempos...
Sem nenhum desejo de prosseguir aquele assunto eu fico tentando encontrar nos outros olhos as respostas convincentes para as perguntas mais simples que surgiram no início daquele diálogo aparte, eu não quero voltar para as lembranças e ser interpretada como alguém que sente saudade, não é isso o que eu sinto, não mesmo.
E as músicas que regem o nosso diálogo tomado de silêncio continuam, e eu me pergunto : Fomos amigos ou ainda somos ? Porque aquilo parecia tão diferente do que era antes, eu só vi dois estranhos tentando criar um vínculo de aproximação, muito estranho por sinal, de longe alguém pode apontar isso. 
Os sorrisos são os mesmos, mas os dois serem sentados naquele banco não são, eu costumava ver mais sorrisos, mais compreensão, eu via dois amigos, agora eu não sei o que aqueles dois são um pro outro.

Qualquer coisa que você faça, independente das consequências não irá de acordo com seus planos.


quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Casa de Aluguel

Meus vizinhos são temporários, vivem de lugar em lugar, alguns meses bem longos e uma despedida curta, é sempre assim. Já faz tanto tempo que estou aqui, eu nunca mudei de bairro, nem de rua, muito menos de casa, são longos anos olhando pro lado ... Eu já conheci tanta gente assim,  são tantas histórias engraçadas, loucas, perigosas, românticas e surpreendentes. Do lado da minha casa moram pessoas maravilhosas, mas são poucas que vejo. Gosto de falar com o vizinho do lado, porque consigo ver frequentemente, todos deixam suas casas em silêncio, só nós dois que não, rsrs. Somos mais uma vez desconhecidos, tentando brincar de quem conhece mais por algumas horas,  questionar e descobrir respostas é o meu entretenimento, e eu nem quero imaginar como será o dia da mudança, eu ainda não me acostumei com as despedidas da casa de aluguel ao lado.




Caixa Postal

                                                Liga, diz que precisa da minha companhia, que quer minhas mãos acariciando o teu cabelo, diz que sente minha falta, que meu perfume não sai do teu corpo, que minha voz soa em sua mente, que meu amor é o suficiente pra você, que o nosso futuro tem três filhos, tem uma casa no campo e tem um cachorro branco chamado Scott, vamos esquecer de tudo, vamos viver um dia de cada vez, eu te quero , você também me quer, só falta os traços dos nossos caminhos se unirem de vez. Mais vem, correndo como eu te vejo em meus sonhos, me pegando pelo colo, me chamando de amor, te vejo sorrindo e eu retribuindo. 


- Oi, bom eu não estou presente no momento, mas deixe algo aqui, talvez eu possa entender o motivo da sua ligação, obrigada.
- Oi,desculpa se eu estiver te incomodando, é que ... Eu já deixei vários recados na caixa postal, e estou aqui mais uma vez na tentativa de conseguir falar com você, sei que você deve estar muito ocupada essa semana toda, já faz tanto tempo que não vejo você, eu só queria dizer que .. Bom, eu queria te fazer um convite, se você puder, é ... Pensei em te convidar para ir comigo em um evento que vai haver na próxima semana, é sobre fotografias, vai ser naquela galeria que você tanto gosta ... Espero que você possa ir, beijos, saudades linda,


Esquece, eu tenho medo ...

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Vai ser todo o tempo

O que eu não entendo é como pode ficar tão diferente agora, como as coisas podem mudar depois de decisões duras e corretas. E hoje. mil perguntas surgem em minha cabeça mas nenhuma vai me dar a resposta, só a certeza de que a única ação tomada não convence, as incertezas que a vida nos dá, a insegura que nos prejudica, nós perdemos tantas coisas por isso, não é ?
Eu fico aqui, deitada no meu quarto, olhando pro teto pensando em todas as atitudes que tomei, em todas as palavras que falei, e em todos os gestos que usei, só tentando me convencer se realmente fui eu naquela hora, naquele momento. Não gosto de culpar a cabeça quente, nenhum dia frustrante que tive ou jeito que a conversa toma que nos coloca contra parede, eu não sei, mas as coisas às vezes saem fora do controle, você tem total controle sobre si ? Eu não, sinto que tenho que tomar certas decisões como se fosse outra pessoa, é uma forma que tive que adotar quando meu coração sempre aceita as coisas fáceis, e eu que não sei agir 100% com a razão, e pelo lado emotivo: minha caixinha vermelha, sempre me faz levar em consideração sua opinião. E aí é que tá ? Devemos agir sempre com razão ? E o coração, cadê a voz dele ? Eu gosto de ser justa, mas nem sei o que é justo, eu vejo tantas coisas erradas, poucas  coisas corretas, mas não vejo em que elas se baseiam, em que opiniões se encaixam.


Eu sou aquela garota que diz com um sorriso : Seja bem vindo ! Que fala de tudo se for possível, que rir   um pouco pra descontrair, continua um diálogo quando seus assuntos já se esgotam, eu gosto de retribuir atenção, carinho, sentimento, mas principalmente eu me doou completamente sem me importar com as consequências, porque essa sou eu, não dá pra mudar assim, acho que é assim que eu cheguei e que vou. Eu vou falar mais de amor, porque gosto de falar, mas é do meu modo, você terá suas razões para não falar sobre isso agora, mas eu gosto de perceber que as pessoas não pularam essa parte, são como eu , como você, só se descobrem com o tempo. E dessas histórias conturbadas complementam o livro da vida, faz sentido passar por essas coisas, é uma tradição ? Não sei, mas é bom escrever sobre isso, sentir inspiração maior quando se escreve já explica grande parte disso tudo.  

Sou eu em histórias, é você com as suas, ninguém muda por mudar, sempre há  motivo. Você pode ser alguém quando quiser, criar personagens, mas será sempre você, mudando seu jeito de pensar e agir, mas não muda completamente, porque sua essência você conhece muito bem, pode enganar, pode convencer, mas não pode mentir pra si mesmo.

E o sorriso dela, engana ?

E ninguém desconfia do sorriso dela, isso é uma definição ?
Não se engane, um sorriso assim pode cegar .. É difícil errar ?
As vezes eu acho que aquele largo, branco e brilhante sorriso esconde tantas coisas, tantas artimanhas, eu tenho medo. É quase convincente achar que não faz mal ver e retribuir mas de algum modo ele me trás receios, acho que tem poder de fazer mal, ele vicia e acho que começa por aí. 
Só sei que tenho medo do sorriso dela ....


segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Surfista do pôr do sol ( Final )

E com toda minha ironia, pausei meus comentários para saber até onde aquela história iria, pensei que seria mais uma historinha clichê '' os opostos se atraem '' mas não ... 
O surfista disse que foram sextas e finais de semanas a procura daquela garota, a única desculpa que já nem fazia muito sentido (surfar),  a fazia acreditar que ele apenas estava ali sem se importar com ela. Então algumas sextas ela não estava ali, no  lugar só havia o vazio e nada mais. Ele chegou até tentar ir alguns dias fora do final de semana, se ela havia mudado os dias, mas nada. Então, certa vez estava passando com o seu carro em frente ao um hospital que tratava de portadores de câncer, e viu ela sair, sem pensar direito colocou o carro no encostamento e desceu sem se importar com os carros que quase o atropelavam. 

- Ela estava pálida, parece que estava doente há dias, fiquei pensando que estava visitando algum parente ou algum amigo. Então eu gritei o nome dela, e ela parecia quase correr pra longe de mim, fugindo sabe ? Ela entrou no carro, e eu  a perdi de vista. Fiquei sem entender nada, eu sei que ela  não gostava muito do jeito que eu levava a minha vida e muito menos do perfil, mas ela já tinha um bom contato comigo e porquê ir embora daquele jeito ? Eu estava me apaixonado por ela, coisa que ainda não tinha acontecido antes, ela me tornou diferente, eu mudei muito por causa dela, até comecei a fazer um curso pré vestibular pra entrar na faculdade, só para ela ver como eu estava pensando mais em meu futuro, parei de sair feito desgovernado pelas ruas e pegar todas aquelas mulheres daquela cidade, sei lá, eu fiquei tão feliz por mim, uma semana depois completaria 19 anos, me senti maduro, saca ? Todo mundo estranhou, e eu ficava rindo, porque isso um dia iria acontecer. E a única reação que eu queria ver, era a dela, isso me importava, ela sem se importar muito comigo, me fez ver muitas coisas, me fez enxergar que fui moleque, que conseguia tudo o que eu queria , só que ela era a exceção, e seria minha maior conquista.
- Isso é lindo Renan, ela te fez mudar, enxergar todos os seus defeitos, e te fez melhorar, sem se quer entrar na sua vida pela porta da frente. Mas e ela, você não viu mais ?
- Bom ( cabeça  olhando pro mar ) em uma sexta, estava dentro do carro voltando do cursinho, quando vi ela, estacionei o carro correndo para falar com ela, só que ela estava indo pro mar, as ondas estavam fortes, eu percebia de longe, achei que ela iria molhar os pés (começo de choro ), então eu fiquei parado olhando aquela cena. só que ... ( soluços )
- Oh meu Deus, o que aconteceu Renan ?
- Só que ela mergulhava e as ondas a levavam pra mais longe , e eu fiquei desesperado ... Ela estava se afogando. Eu Corri mais rápido que pudi ... Nadei, nadei, e as ondas me colocavam pra longe dela, ela sumiu em alguns segundos, consegui nadar contra a corrente e peguei na mão dela, trouxe em meus braços, ela estava pálida, muito fria por causa da água, inconsciente , eu gritava por socorro e ninguém ouvia, fiz respiração boca à boca várias vezes,e   outras tentativas para reanimá-la,  mas ela não dava nenhum  sinal de vida ... Eu estava desesperado, eu não sabia o que fazer, tudo que aprendi em primeiros socorros foi muito pouco, e a tentativa estava falhando, ela estava muito tempo na água, e eu cheguei muito tarde pra salvar. Na última chance, liguei pra emergência só que iriam demorar, carreguei ela  até meu carro, levei para o hospital mais próximo, quase sofri um acidente, chorava desesperado vendo ela no banco do carro sem sinal de vida, corri com elas nos braços, entreguei para enfermeiros e disse que havia se afogado, levaram para a sala de reanimação ... O médico perguntou o que eu seria para ela , disse que era um amigo, e me falou que devia ser forte, ela tinha ido a óbito, eu fiquei desgovernado, sem saber o que fazer, invadi a sala em que ela estava, tentei chamar ela , mas ... ( engolindo choro )
- Renan, eu lamento tanto ...
Eu não sabia de nada, tentei comunicar a família dela, mas como ? Ela não tinha deixado nada na praia, então eu lembrei que ela havia estado no hospital do câncer a algumas semanas, falei pro médico, e ela encontrou uma fixa que ela tinha por lá, e meu susto foi maior quando ele disse que ela portava um câncer, ela sofria leucemia ... Rapidamente comunicou aos familiares, e mais assustados, e em sofrimentos ficaram quando souberam quando ela tinha se afogado. 



Foi a pior coisa que senti em toda a minha vida, passei dias, semanas trancado em meu quarto pensando naquela cena, eu queria ter salvado ela, me senti culpado .. Mas os pais dela haviam me confortado, me ajudaram a superar a dor junto com eles, ela sabia que iria morrer, só que não queria morrer por causa daquela doença, ela se entregou ao mar, ao por do sol, porque aquilo seria uma boa forma de se despedir, e eu nem consegui me despedir direito dela. 



 ''Eu queria ter dito que a amava nos olhos dela mas a única maneira que encontrei pra dizer isso, foi espalhando essa história para as pessoas que frequentam esta praia, e que gostam de admirar o por do sol. É  minha única forma de dizer que a amo até hoje ...''


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Surfista do pôr do sol ( Parte 2 )

- Então, eu fiz essa tatuagem muito jovem tinha 18 anos.
Aquele tempo foi tão louco, eu  era inconsequente, gostava de abusar da sorte,  me sentia totalmente livre. Procurava intensidade, loucuras. E touch-me era frase que eu mais gostava na época, ainda gosto, marcou muito, as garotas que eu ficava sempre perguntavam o porquê, eu falava que isso era um jogo : Me toca garota, e eu vou te dizer o motivo, a maioria das garotas que eu  ficava naquele tempo eram insanas, elas não queriam saber quem eu era, só queriam diversão, e eu não recusava pedidos, afinal era só o que eu queria. E um dia, eu conheci uma garota, como você sabe .. Fiz a mesma coisa que fiz com você a pouco, tentando chamar a sua atenção de qualquer jeito, mas ela não estava nem aí pra mim, era um domingo de sol, eu estava pegando uma onda, e eu vi ela olhando pro mar, eu achando que ela estava olhando pra mim , fui todo empolgado, ela muito linda pensei : 
É .. MAIS UMA.
- E ?
Só que de cara, ela me esculachou, disse pra sair da frente dela porque eu estava tapando o sol, e eu ri,  fiquei do lado, ela virou as costas e tudo mais ... Nada de ceder nem sequer o nome, com tanta raiva ela foi embora, e eu nem entendi, sempre tive tudo fácil, e eu queria ela, só pra me deixar convencido que eu podia tudo, custe o custar. Semanas se passarão achei que não iria ver mais ela, mas ela estava em uma sexta, olhando o por do sol, no mesmo lugar que você, parece mentira né ? Mas não é, eu quis agir diferente, talvez ela conversasse comigo, ela foi educada dessa vez, ou fui eu que agi desse modo, falei que o por do sol era lindo, e eu surfava todo final de semana só pra ver ... Mentira, eu estava ali por algum motivo, só surfava nos sábados e domingos, e nunca em uma sexta. Ela começou a conversar comigo, falava que sempre estava ali, todas as sextas. só para ver o por do sol, e eu mentia cada vez mais, para ela achar que eu não estava interessado nela, e sim sobre a conversa que tinha, mas ela tinha notado antes que eu conseguisse algo. 
Falou assim : Você acha que não noto as pessoas que costumam ficar nesta praia, na sexta a noite ? São raras as pessoas que vejo aqui, e garanto que não vejo você, só o vi naquele dia, me desculpe, mas você não sabe mentir direito, ôo queridinho !!
- E o que você fez ?
- Eu fiquei vermelho, sem o que dizer, pedi desculpas, e só disse aquilo tudo pra ser  mais interessante, e ela me disse; Você não precisa mentir pra ser interessante, seja você.
-Nossa, eu até imagino ...
- Pois é, ela era incrível, eu achei que ela fosse igual a todas, que se dava de difícil pra achar que eu seria otário pra acreditar, mas não.  Ficamos calados um tempão, e eu nem sei, pensei em tantas coisas mas nada saia, só consegui dizer : E seu nome, vai me dizer ou não ?
-Ela disse ?
- Mais um corte bonito, rsrs. Por que deveria ? Nem te conheço .. Falei : Mas estamos conversando a um tempão aqui.. Só que isso não é o motivo convincente pra dizer meu nome, caramba era absurdamente chato conversar com ela, já estava desistindo, só que quando eu quero algo eu não desisto, por mais que ela fosse antipática...
- E aí ? Você ficou olhando pra ela sem dizer mais nada ?
- Disse : Meu nome é Renan, mas pode me chamar de Rê,não costumo chamar ninguém por apelido. 
'' Uai, então me chama de Renan, dã ( deu vontade de rebater, mas queria parecer educado, mas quanto mais tentava mais ridículo ficava) . E até que ela disse indo embora ... Meu nome é Giovanna, satisfeito ? Muito, prazer Giovanna, você tem um nome lindo, (e não era só o nome) tentei me controlar, mas disse por impulso: Então Giovanna, posso convidar você pra sair ? Você pode sim. 
( Até que enfim meu Deus) mas não quer dizer que eu vá aceitar. Cara, eu estava a beira de um fora bonito, só que disse : Posso te encontrar na outra sextas aqui ? Não sei, a praia é privativa por acaso ? Você pode estar aqui quando quiser, e não é tão difícil me encontrar, eu gosto de observar. Isso foi um sim? Não, e não tente me seguir, viu ? Nem pensei nisso garota. ( Tentei agir como se não me importasse, mas ela percebeu de novo, tinha certeza que eu gostava dela, e isso seria um joguinho dela pra ver até que ponto eu chegava)
- Nossa, não sei por que mais gostei dela, rsrs.
- Mulheres ... 

Surfista do pôr do sol ( Parte 1 )

Eu o conhecia, um pouco pra ser honesta, com olhos azuis da cor do céu e uma tatuagem escrita: Touch me, e eu me pergunto até hoje por que alguém colocaria ME TOQUE escrito em seu corpo. Que louco pensei, mas ele disse que foi por causa de uma música que gostava, tenho certeza que aquela tatuagem possui muitas histórias pra contar ...


Um cara que você encontra em uma praia pelo por do sol, que pergunta seu nome na maior pose de sedutor, insiste tanto que você acaba dizendo um nome fictício pra ver se desgruda, mas não. Eu nem me arrependi de ter mentido, porque logo de cara a gente tem mania de julgar sem querer, o cara tá dando em cima e o perfil já diz tudo: Alto, musculoso, extremamente atraente e ainda tem uma tatuagem nas costas que soa : Segundas Intenções. pronto para o ataque. Queria ter a certeza de ser mais um '' mauricinho sem noção '' mas aí, fico surpresa com o desenrolar da conversa,  fico atenta, tudo fica interessante. Ele não estava desabafando a sua vida para uma estranha, só estava contando um pouco do que viveu achando que eu estava ali triste pra me sentir melhor, por que ? Qual seria o motivo de eu estar sozinha na praia, em plena sexta-feira no final do dia?
Eu só tinha um motivo ver o por do sol e ele achava que eu estava pensando em algum cara que  havia me deixado. fala sério ...

É uma história maravilhosa, eu gosto de recordar !

terça-feira, 31 de julho de 2012

Demorou ?

Demorou o tempo necessário para organizar, enumerar os pontos fortes, os defeitinhos, as escolhas que ela tinha deixado de notar, a trilha que  havia perdido enfim encontrou, nasceu  uma pequena mulher, tudo está indo tão bem.

Veja ! O sorriso dela ainda é o mesmo, uffa ... Ainda bem, gosto do sorriso dela ( suspiros)
Que saudade dela, ainda bem que ela está voltando, pra sentir algo novo de novo, rsrs. 
 
Um bom tempo refletia e só, tudo isso fez tão bem pra ela, não permitiu sentimento medíocre, nada incerto, nada ilusório, só vivia as novas páginas, sem preocupações, sem cobranças. Ela estava saindo daqueles capítulos comuns. Está criando e usando 

Ela anda com passinhos curtinhos no meio do caminho,  fica desafiando dizendo : Vou não vou ?
 ( risinhos)
Eu sei que ela quer, o olhar dela já diz tudo, gosta de mim, gosta de sentir, gostar de ter : 
UMA NOVA HISTÓRIA DE AMOR 

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Queria pedir desculpas, desculpas para o vento levar, desculpas para o mar engolir, desculpas para os raios do sol, desculpas expostas para todos que devem ver e ouvir ...
DESCULPAS POR NADA QUE FIZ !

segunda-feira, 23 de julho de 2012

- Resposta

Eu me sinto bem com o jeans e uma camiseta simples, saio sem me preocupar com a hora.  Estou indo a lugares diferentes nos finais de semana, encontro sorrisos novos, falo o necessário e ouço atentamente as pessoas que cruzam o meu caminho. Simplesmente porque gosto de agir assim, é o meu jeito. Ouço várias perguntas, quase todas possuem as mesmas respostas, são previsíveis ? Só sei que  às vezes algumas coisas respostas devem ser ditas diretamente e curtamente. Eu não prolongo mais assuntos vazios, sem nexo, isto é uma questão econômica de tempo e paciência. Aprendi a lidar com certas coisas friamente. 


Se algo me frustra, eu evito ficar naquilo, saio e procuro respirar paz.
Se algo me faz bem, eu insisto, repito doses sem exagerar muito, rsrs.


É assim, eu não dou mais trela para atitudes infantis, não vejo nenhuma justificativa para se importar com coisas que não tenham mais nada a ver com o agora, o passado eu deixei para atrás, e é apenas isso. Assim como quero novas emoções, novas histórias, novas lições, enfim tudo de bom , eu quero que você também tenha, não desejo mal, jamais desejarei, o que acontece comigo é apenas comigo, vou ganhar o que com infelicidade dos outros ?
Absolutamente nada !






quarta-feira, 18 de julho de 2012

Meias Verdades

Não falo meias verdades, eu não gosto de metade, tenho ambição pelo inteiro, nunca me conformei com poucas palavras. 
(Eu gosto de prolongar as conversas, parecem exageradas eu sei, mas é o meu jeito, rsrs.)
Nada pela metade me agrada, é  tudo ou nada.
Eu já havia falado algo parecido antes, mas é bom lembrar ... 
Tenho algumas frustrações com isso, sabe ?
Se eu ousar abrir minha boca para dizer o que me incomoda, eu falo 
Se eu ousar abrir minha boca para dizer o que eu sinto, eu falo 
Se eu ousar abrir minha boca para dizer o que precisa saber, eu falo
Eu falo tudo e de uma vez, porque se eu for me arrepender, já vai ser tarde, muito tarde, porque é melhor ficar arrependido por algo que fez do que algo que não fez.
É sobre isto, a minha única certeza.
Faço sorrir, faço refletir, faço feliz ...
Mais posso  machucar ? Posso, mas será com a verdade e não a minha verdade.
Então não me provoque colocando três pontinhos abstratos em uma conversa, eu vou falar e você vai ouvir até o fim.

Tenha cuidado ^^

Todas As Coisas Boas


Honestly what will become of me
don't like reality
It's way too clear to me
But really life is dandy
We are what we don't see
Missed everything daydreaming


Porque todas as coisas boas chegam ao fim? 

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Pedaços escritos

- Então vamos dar uma volta, ver o cais?
- Vamos.

Vou entender a hora que você deve partir, afinal é assim que deve ser a história, não é ?  Eu não te culpo por sair da cena sem nenhum '' CORTA'', não te culpo pelo meu silêncio quando eu estou caminhando pela areia, me questionando : o que você quer de mim, afinal ?

E já deve ser exatamente 18:15, nem demorou tanto a nossa caminhada, teu sorriso foi algo que me perturbou no momento, ele dizia algo que você não demonstrava antes. Enfim, deve ser alguma maneira pra tentar me convencer que nossos passos curtos tem um bom motivo para continuar nossa longa jornada, juntos e sem nenhuma certeza.
E você é tão complicada quando está comigo, contorna as situações tensas quando eu tento me aproximar. E lá são suas indecisões, a sua mania : coloca-me em seus sonhos e tira-me da realidade, é injusto, você sabe disso ... Mas eu, respiro e fecho os olhos, coloco na sua frente um olhar que diz tudo, mas que você não consegue distinguir o tudo da metade, lá vai você e seu tempo, e aqui estou eu com os meus sentimentos.

Então você para e olha o mar, tão silenciada, entorpecida no paraíso tranquilo, e eu feito bobo admirando como você é, enumerando os motivos pelos quais gosto de você, a ponto de colocar meus planos em segundo, pra atender teu querer, pra te ter pelo menos na incerteza ...



 E é isso, eu confesso que as folhas que eu guardo na gaveta são proibidas para teus olhos, eu não deixo você chegar perto do criado mudo por que é lá que desabafo, me mosto, me dou colo. Desculpa, eu não vou permitir, metade de mim já foi caminhando por tantos lugares contigo, e a outra anda guardada tentando se calar, não quer ser vista, não quer demonstrar.  Minha alma mostra, meu corpo mostra, tudo meu mostra, seus olhos não .

sábado, 14 de julho de 2012

Insonhos

                       Um, dois, três, queria sonhar ...
E faz algum tempo que não tenho noites suaves.  Não consigo sentir o cobertor  firme no meu corpo, e o  colchão quase nu, me aborrece. De tanto virar e virar, olho pro teto e fico a pensar, como tudo saiu pela janela se nem ao menos aberta deixei ? Ai vem os suspiros de desaforo, não quero falar sobre isso, me incomoda tanto, e falar pode piorar ainda mais, inquietação.
                       Dormir, dormir...
Tentando ter um sono tranquilo, sem pedir ajuda ao playlist do celular, colocando músicas lentas eu sei que é bem mais fácil, só queria ser mais independente. Não precisar de canções  melancólicas, queria meus olhos fechando, sem nenhuma provocação, exceto o puro cansaço.
E talvez seja bem melhor fica quietinha, deixando do jeito que está, tentando encontrar uma solução para essa insônia de sonhos.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

De longe

Eu queria te ver, 
pelo menos de longe teu sorriso, aquele mesmo, que só fico a imaginar nos meus pensamentos...
Eu queria ouvir, 
a voz que nunca percebi num sussurro, 
Eu queria perceber, 
o jeito como você se defende quando é elogiado, a maneira como caminha pela areia, enfim, várias e outras coisas que percebo em você, tão longe mas tão perto. 
Interesso-me facilmente por pessoas assim, misteriosas, que deixam um ponto de interrogação, de '' matar a cabeça'', confesso que tento ali e acolá arrancar algo, mas é limitado, sabe jogar.

E eu nem sei o que você pode pensar daqui, o que vem de mim, mas saiba que me interessei, dai gostei !

terça-feira, 10 de julho de 2012

Letras & Medicina



Então, eu havia falado antes que o meu maior sonho era cursar Medicina, era não, ainda é, e eu irei conseguir, mas você sabe que quando as oportunidades vem, e aquele desejo de tentar, de querer porque tudo é Bem Vindo aparece ?
Então, descobri que Letras é uma das minhas paixões, escrever sempre foi algo que gostei de fazer, eu tento fazer algo bom, tanto que tenho o Confidente Aprendiz para mostrar todo esse amor, sem entrar em detalhes. 
E o que quero contar falando sobre tudo isso, é que ganhei uma bolsa de estudos: Letras, uma das opções que fiz no seletivo que fiz anteriormente ( Prouni) , acho que minha escolha foi feita com amor e com compatibilidade, não levei em conta nenhum tipo de interesse financeiro, não levei em conta de como Letras me levaria aos conceitos da sociedade, do status que as pessoas possam imaginar e do que elas iriam falar, foi apenas minha opinião e o meu querer, a minha segunda paixão falando mais alto, rsrs.
Eu ainda estou em fase de conhecimento, estou realizando um dos meus desejos, e com certeza o meu maior será realizado, estou buscando meus ideais, então neste ponto posso conciliar a batalha de estudos para Medicina ( Federal ) e cursar Letras, sei que será um pouco desafiador, uma universitária estudando Letras e tirando todo o tempo que tiver para estudar para Medicina no Enem, como eu disse em um texto anteriormente, estou priorizando meus objetivos, minha carreira profissional. 
Estou muito feliz por prosseguir, sem desistir, sem arrependimentos. Eu quero APRENDER, então chego a conclusão que não sentirei o tempo me sufocando, estou correndo atrás dos meus sonhos, e não há tempo que me faça achar que estou perdendo algo !! 

Ps: Medicina, eu ainda te quero pra mim, só tente entender que estou me relacionando com Letras, acho que vocês vão poder conviver bem comigo :)

Acordei


Enfim, acho que isso é necessário. 
Eu me lembro muito bem, que um dos meus desejos era ser uma mulher decidida, com pulso forte, confiante, que mantém controle de todos os estados emocionais, equilibrada e com ar de maturidade. Isto ainda faz parte da minha lista de conquistas, ser alguém totalmente independente, estou aprendendo a ser uma mulher, é com o tempo que se aprende, certo ? 
Eu comecei a passar por coisas que todas as pessoas passam e irão passar, que não pensam em sentir e que em algum deslize vão sentir. Tudo passa em nossas vidas, é inevitável ! ( Demorei pra entender isso, confesso)

Eu tenho tanto planos  ( suspiros) , e tudo está indo tão bem, sabe por que ? Porque  comecei a ajustar os ponteiros, esquecer daquelas coisas monótonas, previsíveis, clichês, percebi que aquilo me atrasava em muitas coisas, estava esquecendo de crescer interiormente, estava tão focada, tão aprisionada naquela página que havia me esquecido das outras páginas, do que eu planejava nos outros capítulos, do que eu sonhava pra minha vida, do meu futuro como pessoa, como profissional. 
- Nossa! Viu quanta coisa você estava perdendo ? Abriu os olhos, até que enfim !!
- Pois é, antes tarde do que nunca !
Eu estou tão feliz agora, e dessa vez sem mentira, sem máscara, acho que está claro no texto, certo ? Estou amadurecendo por dentro, coloquei prioridades agora, quero ser aquela mulher que eu descrevi no papel, que leva mais em conta o que deve ser visto por fora e não apenas em diálogos, eu sabia que algum dia eu iria colocar meus pés no chão, não precisei de um terapeuta pra isso, apenas tive  amigos ao meu lado, e a grande ajuda de um querido blog para aliviar o que eu sentia aqui dentro, sinto-me realmente melhor.

As lições que tive que aprender cedo demais, me fizeram deixar um monte de perguntas das quais eu não tinha nenhuma resposta, e por não tê-las eu ficava ali parada tentando encontrar, e foi assim que eu ceguei, eu não tinha outro interesse, eu estava deixando meus planos, meus sonhos, meus objetivos para trás, talvez me esquecendo de viver, o que havia acontecido ? Quase todo mundo sabe, que essas coisas não possuem tanta explicação. Mas algum tempinho eu parei para refletir, sem fugir de nenhum assunto, eu procurei soluções para mim, e mais ninguém. Hoje, eu sei que aquilo tudo me atrasou, me fez regredir de uma maneira, que eu deixei o desejo de ser Aquela Mulher que eu descrevi num papel, e como nem tudo se perde, isso ainda é ambicioso para mim, eu ainda tenho tempo, estou em busca desta conquista,  e estou obtendo com sucesso. Graças a minha vontade de mudar, de progredir como pessoa, e com isso posso adquirir outros progressos.
Eu estou me renovando, me tornando melhor, eu ainda tenho o mesmo sorriso no rosto, o mesmo jeito, a mesma voz, só que com convicção de ver o que é falso e verdadeiro, desfazendo ilusões e vivendo a realidade.
Enfim, ACORDEI eu não consigo mais SONHAR ACORDADA !

domingo, 8 de julho de 2012



Estou fazendo uma faxina, uma faxina geral na minha vida, daquelas que a gente muda tudo de lugar, joga fora coisas que já não possuem utilidade ( lembranças, ilusões, sentimentos antigos),  organizando os planos, os sonhos, enumerando aqueles que devem ter prioridade no momento, sem descartar ou deixar de lado os antigos. Comecei a pintar as paredes, com cores vivas, estou dando mais vida, mais alegria ... 
Estou colocando mais diálogos, mais pensamentos, mais ações, mais realidade, mais diferença, estou mudando o ambiente, a expressão, nada de exagero , só o suficiente para me sentir melhor, leve e feliz .


Muito bom respirar um novo perfume, ver novas cores, ver novos pensamentos, sentir segurança e conforto.
Ver tudo mais limpo, mais claro, mais do jeitinho que eu queria que tivesse !


quarta-feira, 27 de junho de 2012

Quarto das lembranças

Ele recorda, que ela havia estado em seu quarto, usando sua camisa branca com linhas verticais azuis, ouvindo atentamente a canção que ele tocava acompanhada de um velho violão ao pé da cama, ele cantava e fixava os olhos nela ... 
- Tão sua, tão sua !!
-Tão dela, Tão dela !!
Incrível o jeito como agia , era o que ele realmente procurava em alguém, ela era tão menina e tão mulher, era impossível pensar em outro rosto, em outro gosto, em outro corpo. Olhava a, cantando aquela canção que a fazia sorrir timidamente. 
Lembrou dos lábios que se tocavam quando ele se aproximava para mais junto dela. Pensava: - Céus, onde encontrarei um olhar tão angelical como aquele ? 
Ela era quente, quente, muito quente, e na presença dela ele era um gelo de ansiedade, o perfume dela tocava sua alma, exalava sua mente, fechava seus olhos e não queria outra sensação, nada igual ...
Então a última cena daquela noite congelou: Aninhada em seu colo, tocava os cabelos negros e acariciava-os, prendia-os entre os dedos, beijava-os, e viu ela sorrir mais uma vez, sentindo que aquilo a fazia feliz, que talvez seria o homem que realmente a fazia feliz. Ergueu-se e o abraçou, tocando os lábios em sua testa demoradamente ... 
Olhando fixamente para ele por alguns segundos, dizendo algo que ecoava  : Eu amo você, amo você, você ...
                   Fechou os olhos e sorriu, dizendo : Eu também te amo.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Walk the sun

Os ponteiros do relógio parecem congelados e o som da chuva lá fora, tomou conta de todo o espaço aqui dentro, eu só ouço ao longe o refrão de :Walk In The Sun, ecoa em minha mente, não sei se é tão contraditório assim . Tudo isso é comoção, ficam inúmeras perguntas em minha mente, querendo algumas pequenas respostas, e lá se vão as chances pra tirar o vazio que fica. Nas linhas do caderno escrito, folheio, folheio e nada ...

- Eu queria ter escrito melhor, eu queria ter dirigido melhor.
Assumindo um papel diferente, fui tirando do meu caminho  '' o previsível '', achei que seria muito bom, tentando testar alguma fórmula nova pra ser melhor, enfim, tomei um rumo diferente, eu fiz pontos de interrogações surgirem, mas não demorou muito tempo, o meu disfarce se desfez . Falaram alto e claro, bem nos meu olhos : Essa não é você, o que está tentando fazer, o que você fez com a garota que habitava dentro desse corpo ?
Foram tantas perguntas, eu só queria responder assim: Eu  mudei  é isso , mas nem soou  de  uma forma convincente ... Então tentei outra vez: Eu só queria saber como seria diferente, desculpa ! ( eu sempre peço desculpa, quando acho que ''falo ou faço algo errado'' ). 
- Não convenceu !! Você não consegue mentir, esqueceu ?
Sim, eu tinha esquecido que não sou tão boa com mentiras ( detesto mentiras ), só que fui aderindo um pouco delas nas minhas ações pra mostrar alguém que poderia ser, alguém que poderia convencer, francamente .. Onde eu iria chegar assim ?

Vi ela ignorar uma conversa, vi um homem indo embora decepcionado. Então quando ela saiu dali, uma mulher tomou conta do nome dela, vestida com roupas extremamente sexys, ela nem se importou, foi para casa sorrindo com uma amiga do lado, eu vi a cena repetir, repetir ... Tinha uma garota ali, só que sumiu do nada
- Eu juro que não é ela, mas o rosto  é idêntico.
 Chegou o inverno, então você fez diferente, você fez tudo mudar, mas não na hora certa, foi com a pessoa errada !


Então  você não devia mudar ? 
- Já não sei se posso.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Ninguém Entende ...

Não houve mudanças, o sorriso dela ainda surgi quando a face dele invade as esquinas, ainda há um certo ponto de interrogação no ar, eles sabem que sim . Embora falte a coragem para continuar um diálogo, imagina-se que ela mantenha o controle do momento. 
Porque não há entendimento de interesses, nenhum dos dois sabe o que exatamente os faz parar pra pensar um no outro.


- Eles não tem nada haver, francamente ... 
Por que ela se interessaria em um cara imaturo, inconsequente, que prefere mil vezes uma vida agitada, sem perspectiva de vida, sem futuro ?
- E por que ele se interessaria por uma garota que prefere estar em casa, lendo um livro do que curtir a noite em uma balada da cidade ? Que aparenta ser sua irmã mais velha, dando puxões de orelhas a todo instante, e que fala mais do que o Galvão Bueno em um amistoso da Seleção Brasileira com a  Argentina ?
- Não dá pra entender ,  talvez aquela teoria de que '' os opostos se atraem '' possa encaixar neles dois, já que são tão diferentes um do outro. Provavelmente, deva ser por isso que um ainda seja tão necessário para o outro, você consegue vê a diferença ? Um completa o outro. 
- Hm, verdade. Sinceramente, ele o cara mais sem noção que eu já vi, totalmente o oposto que ela é, tão correta e tão admirável. No começo, pensei que ela tinha enlouquecido quando soube que ela estava namorando com ele. Pensei ... Po#@#$, e eu aqui ? Nunca nem se quer pensou em mim, quando disse que estava a fim dela, e logo ele, sem cultura, sem assunto, conseguiu ficar com ela, e até namorar ...
- Vai entender, não é bonzão ?  Mas é assim mesmo, é tudo diferente, tudo o que você gosta, aquela pessoa não vai gostar, aquilo que você ama, aquela pessoa vai odiar, e são assim feitos, um para completar o outro, é injusto, mas é PAIXÃO, fazer o quê ?



Talismã

Foram os sonhos exagerados ? 
A ilusão foi tamanha que nos tirou dos planos, nos fez distanciar das conversas felizes que tínhamos por horas e horas no telefone ...
Trocamos algumas palavras de carinho durante esse tempo todo, eu devia ter evitado, mas a força que tinha todo esse desejo não deixou. Mas nós tão bobos fomos, convencemos Deus e o mundo, que o que sentíamos era real e que a história mais linda estava acontecendo entre nós dois: Os melhores amigos
Então eu lembro que eu havia te pedido conselhos antes, porque minha vida era uma atordoação total, você sabia disso muito bem. Eu tinha um coração tomado de orgulho de uma história sem futuro.
Era uma chuva sem fim, e você me beijou dentro de um ônibus, foram tantas coincidências, achei uma cena parecida com o que vivi antes, fugi rapidamente daquela antiga lembrança e me perdi naquele presente.  Eu fiquei ali parada tentando entender, nós estávamos nos apaixonando ?
As coisas ficaram confusas, mas vivemos um dia de cada vez ? Eu não sei ...
Lembro dos nossos sorrisos em uma noite de chuva, molhados e loucos, de mãos dadas indo até o ponto de ônibus. Eram beijos e olhos fixos um no outro, enquanto as gotas da chuva nos encharcavam ( você realizou meu 1° desejo ), então você cumpriu tudo o que havia prometido, só que eu não cumpri nem a metade dos planos . Eu ia embora sem deixar nenhum bilhete, eu não telefonava, nem muito menos falava direito quando via você pelas ruas da cidade, eu o ignorava como nunca tinha feito antes. Não quis ser assim, mas foi por proteção.

Eu tinha medo, de acontecer de novo, de sentir e acontecer aquilo que você já deveria notar em todas as histórias que eu contava e que você ouvia atentamente.

Lembro de você dizendo : - Eu posso ser a exceção, eu posso quebrar as regras, e mudar o seu céu.

Foi tão estranho, foi sem pensar, estávamos nos arriscando sem pensar nas consequências, foi fechar os olhos para lançar a flecha. Então eu embarcava nessas sensações de olhos fechados, de alguma forma estranha protegendo meu coração, tentando não me decepcionar, só que eu fiz ao contrário do imaginável , decepcionei você. Logo você, que tentou fugir a tudo que eu vivi, tudo o que você queria ser pra alguém.

Desculpa, eu já fiz você sorrir sem tirar a expressão do seu rosto enquanto estava comigo. Confesso, que ao teu lado, conheci melhor a palavra : FELICIDADE, você me fez descobrir tantas coisas que ninguém poderia ousar se não me conhecesse tão bem, acredite: Você tem um capítulo longo na minha vida, é marcante e é maravilhoso recordar você. 

                                                                                        Querido talismã.

Senhor




Comparações estranhas fora de hora 
Juro que algum dia desses, eu desligo o telefone sem pedir licença ...


Em outras horas eu sei que vai ficar martelando em minha mente, mas eu não vou ceder, eu sei que sou forte, tenho alguns jeitos pra contornar, pra sair da zona de perigo, e me perder, já não sei mais. 


- Volta, volta, volta, volta !!!!
- Não gritaaa !! Por favor, não faz ...
- Por que ?
- Incomoda muito.
- É, mas é só assim você volta, você se perde, você vem pra mim.
- É com suas estérias, suas crises, suas chantagens, e seus mil e um motivos pra me convencer, que você conseguia, agora não dá mais.
- Eu costumava te ter mais fácil, te segurar por um tempo prolongado, te ter só pra mim. O que aconteceu ?
- Eu acordei, é isso. Descobri que tenho muito pra viver, e com o pouco que aprendi, parar e ceder aos teus desejos já não me fazem ''tão feliz'' como antes, quer dizer, eu nunca fui feliz com o exagero que você me proporcionava : Uma dose de torpor, com uma porção infinita de insatisfação. Não consigo mais me convencer disso, me conter com isso. Eu tenho uma vida nova, você não vai me ter outra vez e ter a chance de ver aquele meu estado exposto em todos os lugares. Não mesmo Sr PASSADO.



Alguém

Ainda vou encontrar alguém que me tire do meu estado normal, 
da calma e do suficiente. 
Ainda vou encontrar alguém que vá descobrir meus segredos por completo,
aqueles que eu não gosto de lembrar.
Ainda vou encontrar alguém que deixe tudo mais bagunçado, 
a minha casa, a minha vida, a minha rotina.
Ainda vou encontrar alguém que goste até dos meus defeitos
e mostre que se encantou por mim, por isso.
Ainda vou encontrar alguém que irá me irritar ao ponto de dizer que é o FIM
e que no final das contas tentará me reconquistar milhares de vezes até conseguir.
Ainda vou encontrar alguém que tire minhas indecisões, que entenda o perfil de uma LIBRIANA. 


 
Um alguém que respeite meus gostos, e que seja contrário dos meus.
Que sempre tenha algo a dizer, quando eu não tenha mais nada a falar, que seja ao mesmo tempo meu igual ou a minha diferença, mas que seja a compreensão e a confiança.
Alguém que eu entenda só no olhar, que eu me sinta confortada só no abraço, 
Que queira ter filhos chamados : Ada, Luth e Enzo. 
Que seja um cozinheiro, um cantor, um professor, um dançarino, um tudo nas horas vagas. 



Alguém que diga : Você é a mulher da minha vida, e nem se a Megan Fox me quisesse, eu te deixaria !!


quinta-feira, 14 de junho de 2012





Agora não !!!
Não toque a campainha, não use o auto falante, não faça declarações clichês de amor. Não, por favor ... 
Desculpa !
Eu só quero alguém no momento, e esse alguém sou EU, meu amoor ;D


Então ela resolveu ligar, inventou uma desculpa convincente, falou por algum tempo,
colocou o telefone no gancho e sorriu.


Era saudade mas saudade simples ...





sábado, 9 de junho de 2012

Dias no campo

Algumas semanas fora de casa, percebi tamanha mudança comigo, precisava de um tempo fora da cidade, encontrar tranquilidade e felicidade em outro lugar, por sorte ... Encontrei !
Eu busquei ir a um lugar que já não ia de costume, por ser um pouco longe e por falta de tempo, motivos esses , que me fizeram ficar distante de pessoas próximas e importantes na minha vida, como por exemplo : Minha Vó, havia um bom tempo que eu não a visitava, consumada de saudade fui, encontrando pelo caminho alguns amigos de infância, primos e tios que não tenho a oportunidade de ver todos os dias. 
Eu vivi mais, eu me senti muito mais feliz com os dias que se passavam por lá, esquecia-me de cobranças, frustrações, de decepções, enfim de tudo, eu não pensava em mais nada, FELICIDADE E LIBERDADE era meu foco. 

Tem coisa melhor que ir a um lugar cercado de verde ? Ouvir o canto do galo pela manhã ? Ver um sorriso da vó oferecendo um belo café da manhã ? Não, nãaao existe !!!

Vi o pôr do sol com mais frequência, vendo ele sumir no horizonte, senti o friozinho da noite, olhando as estrelas tão nítidas no céu por conta da pouca luminosidade que se encontra por lá, fui a lugares incríveis que não havia ido antes, sai cedo e voltei tarde, ouvi algumas reclamações, mas valeu a pena. Conheci pessoas com boas histórias pra contar, sai com elas, e me surpreendi por serem diferentes das pessoas que costumo conviver ... 
Eu vi em mim o lado que eu não conhecia, o lado que eu deixei de mostrar por conta do tempo  que não havia me permitido ter, eu dei a liberdade de ser 100% alguém que vive cada dia intensamente, sem arrependimentos, eu aprendi a dar valor mais as pessoas que realmente se importam comigo e com os outros também, aquelas pessoas que estão distantes e que fazem falta de verdade, que se dão completamente para a felicidade, de uma forma mais simples, mais natural, mais tranquila, e muito mais interessante. 
Eu colecionei mais sorrisos, fiz novos amigos, me aproximei mais das pessoas que me distanciei, aprendi a diminuir saudade ( eu nunca me esforcei muito pra ver alguém ), eu superei medos, ganhei mais confiança, tirei a exclusividade que tem o meu passado na minha vida, eu acho que sou outro alguém sem exagero ... Eu descobri assim.

quinta-feira, 7 de junho de 2012


Vivi dias melhores, e estou ansiosa pra contar tudo, meus dedinhos estão começando a correr pelo teclado e mostrar à vocês, o que eu vi, o que eu senti, o que eu refleti, o que aprendi ...
Enfim sorrisos novos em mim ...

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Foi sem querer ...

Eu já causei dor sim mas foi sem querer ...
Não justifico ter feito alguém sofrer por ter sentido o mesmo, isso seria vingança. E algo que  não combina comigo é isso. Acontece, sem querer. 
Veja, eu não tinha me dado conta do que se passava a minha volta, estava sempre apertando a mesma tecla, acho que provocando a minha dor, melhor dizendo. E sem querer eu fui deixando isso me consumir cada vez mais, ceguei a minha alma, ninguém entrava porque eu mesma não deixava ou porque eu  limitava uma certa distância. Mesmo escrevendo sobre RECOMEÇAR, eu interpretava como LIMITAR, então alguém aqui e ali, colocava um sorriso bonito no meu rosto, mas era instantâneo, acabava depois de alguns queixumes. Desculpe, mas agora vejo que fui muito cruel, por ter dado esperanças, por agir com pouca fé, me enganando com meus poucos esforços, isso era a ilusão que eu transmitia, afetava e doía profundo nos corações bons que encontrei.
Eu não entendo porque tive que fazer isto com as melhores pessoas que encontrei na minha vida, eu coloquei uma sementinha ali dentro da caixa vermelha e não quis cuidar, por medo, por não sentir a mesma intensidade ... 
Eu chegava a comparar o que eu sentia, fui imatura certas vezes, eu quis encontrar algo igual ao que eu senti uma vez , mas só encontrei meu pior defeito sendo espalhado.
Então foram curtas as histórias que vivi até agora, foram felizes ao meu ver, mas todas elas pediam mais e mais, só que eu não poderia prosseguir algo que  não tinha certeza. Então saía sem deixar motivo, levando meu sorriso, fazendo infeliz alguém que não merecia tanta dor.
Já fiz alguém chorar, mas foi sem querer. Não foi minha intenção confundir, ver alguém sentir AMOR por mim sem eu ter a capacidade de corresponder,  custei a ver esse lado. Porque eu só estava preocupada no que eu estava sentindo, cega de egoísmo, não me importando com os sentimentos dos outros corações. 
Foi sem querer ...
Mas noto hoje, o calar, os textos pequenos que falam de um sorriso que foi sem deixar explicações, que confundi os sentimento das pessoas, que só parece ter em sua vida uma mesma história, e não vê o quanto já foi feliz, e poderia ser se não tivesse ido embora.
Eu me desculpo por ter sido cegamente covarde, cruel, sem coração, sem certeza.
 Foi sem querer que eu acabei causando dores ...